A música que nos move, com saúde garantida

A música que nos move, com saúde garantida - A musica que nos move com saude garantida 1 - organizacao, internet-coisas, inteligencia-artificial, entretenimento, digital-business, consumo, banner, aplicacoes -

Há muitas pessoas no mundo que têm uma playlist mental (e as vezes real) para cada situação da vida.

Existe a playlist da corrida, a de fazer comida, a de voltar pra casa no ônibus, a de namorar, a de concentração, a de meditação, aquela de pegar a estrada com o vidro do carro abaixado e o vento batendo no rosto. Por exemplo, eu escrevo esta matéria ao som de Carlos Gardel.

Resumindo, a música, de uma forma ou de outra, nos afeta, nos cerca, nos move.

Hoje, em tempos de individualização, o que mais vemos são fones espalhados por todos os ouvidos. Nas academias, shoppings, ruas. Cada um exercendo o seu direito de ouvir o que mais lhe agrada. Acho isso sensacional e espetacular, até porque eu nasci em uma cidade que a música da rádio local era tocada em um autofalante no alto do mercado municipal. Fui obrigado a aprender todo reportório de Amado Batista na infância, praticamente um teste de sobrevivência para a fase adulta.

Mas vocês sabiam que cerca de 1,1 bilhão de pessoas no mundo correm o risco de perder a audição? Que nos EUA, a terceira maior causa de problemas de saúde entre adolescentes é ligada a deficiência auditiva? Que só no Brasil, cerca de 30 milhões de pessoas são afetas pela poluição sonora das grandes cidades ou pelo uso excessivo de fones de ouvido, e ainda, que 1 em cada 4 adultos que acreditam ter audição saudável tem algum nível de perda de audição relacionada a ruídos excessivos?

Um dos meus vícios é a música, confesso. Recentemente, por forças maiores, fui obrigado a não ouvir música por três dias, senti abstinência. E provavelmente outras pessoas tem a mesma sensação. E como conciliar este vício tão prazeroso com nossa saúde?

Para variar, a nossa querida inteligência artificial se manifesta novamente para integrar a tecnologia cada vez mais ao nosso dia-a-dia, dessa vez, pensando diretamente na nossa saúde auditiva.

A filial americana da Nakamichi, só um pequeno parênteses, para os mais velhos, a Nakamichi foi a primeira empresa a lançar um Tape Deck três cabeças para fitas cassete nos anos 80, depois faliu e agora volta a respirar com algumas inovações. Bom, eles lançaram um projeto de vaquinha virtual no Indiegogo para a construção do Edge, o seu fone de ouvido dotado de inteligência artificial.

Seu controle é feito através de um circuito integrado que mede a intensidade das músicas, ruídos, tons, volume e o tempo de uso do aparelho. Com isso ele vai automaticamente ajustando a quantidade de decibéis segura para o tempo de uso, sem afetar a audição do usuário. Garantindo que você possa ouvir pelo tempo que quiser as músicas que você gosta. E para garantir que os ruídos externos indesejados não contaminem o som emitido por dois falantes em cada lado, ele conta ainda com um sistema de Noise Cancellation de quatro microfones que conseguem garantir um som limpo com o volume adequado.

E falo a vocês sobre essa inovação tecnológica pois ela faz parte do meu dia-a-dia:

A música que nos move, com saúde garantida - fone data exp - organizacao, internet-coisas, inteligencia-artificial, entretenimento, digital-business, consumo, banner, aplicacoes -

Quando vocês menos percebem, a Inteligência Artificial, a experiência com dados e a tecnologia estão embrenhadas em cada momento das nossas vidas e quando elas vêm com o objetivo de garantir longevidade e saúde, elas passam a ser de uma essência sem tamanho.

Vamos colocar ideias tecnológicas boas para nos auxiliar todos os dias. Você já teve alguma ideia hoje? Conte para nós.

Abraço enorme para todos!!!

  • facebook
  • googleplus
  • twitter
  • linkedin
  • linkedin
Previous «
Next »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque