Como Big Data pode auxiliar PMEs

Como Big Data pode auxiliar PMEs - Como Big Data pode auxiliar PMEs 1 - organizacao, digital-business, destaque-home, consumo, banner, aplicacoes -

Pode haver a impressão de que determinadas tecnologias são regalos de grandes empresas. Isso é um mito. Inovação e tecnologia devem ser utilizadas por qualquer tipo – e porte – de organização e trarão benefícios consideráveis às finanças de Pequenas e Médias Empresas – PMEs também. Nesta matéria iremos apresentar exemplos de como Big Data auxilia as PMEs.

Atuação básica do Big Data

A ferramenta atua sobre os dados considerando 5 fatores principais, que são:

  • Volume;
  • Velocidade;
  • Variedade de Dados;
  • Veracidade;
  • Valor.

Tais premissas podem ser utilizadas por uma organização que deseje lidar com uma quantidade infinita de dados.

Usando algoritmos e inteligência artificial, o recurso apresenta uma estruturação e análise que permitem gerar informações para a tomada de decisões pelas empresas, com base em padrões, tendências e expectativas de comportamentos dos consumidores.

Principal retorno para o negócio e suas finanças

Ter informação na sociedade contemporânea e principalmente para conduzir os negócios é o grande diferencial entre uma empresa bem-sucedida e aquela que não consegue obter resultados melhores.

Assim o maior ganho para PMEs é a inovação na forma de poder monitorar o mercado e atuar para sua conquista, com ganhos de competitividade.

Uma empresa consegue, ao utilizar um Big Data, maior compreensão e monitoramento de tendências de consumo dos clientes. Isso é fantástico para as finanças de qualquer empresa, pois possibilita ajustar políticas comerciais e ações de marketing para transformá-las em vendas mais garantidas.

Outro fator importante é uma nova visão sobre o atendimento e satisfação dos seus clientes, permitindo um feedback muito mais assertivo e rápido. Você não precisa esperar que uma campanha acabe para começar a entender o que houve com ela. É possível monitorar e tomar decisões em tempo de execução, corrigindo erros para que eles não se perpetuem por um longo período.

Competitividade em crescimento

Quando se consegue acompanhar o mercado e suas tendências com base em fatos e dados, a competitividade da empresa ganha em agilidade quanto a eventuais ajustes necessários na condução do negócio.

Isso permite um ganho efetivo para se consolidar e definir negócios com muito mais segurança, pois as ações da gestão corporativa serão baseadas em dados e não em suposições.

Utilizar um Big Data permite identificar interesses e tendências de consumo com base em vendas realizadas ou mesmo consultas a produtos similares ao de sua empresa.

A inteligência de mercado, dessa maneira, pode ser adotada por qualquer tipo de empresa, independentemente do tamanho e do nível de suas finanças. E essa é a grande vantagem de negócios que contam com a popularização e o barateamento dessas tecnologias, deixando-as à porta das empresas para serem usadas.

Aperfeiçoamento de processos

Um Big Data bem alimentado pode auxiliar ainda sua empresa a identificar problemas nos processos internos e permitir que se realizem ajustes e melhorias da qualidade, seja de produção, seja relacionado ao atendimento.

Esse fato também permite melhorias de controles e gestão sobre estoques e recursos financeiros, melhorando de forma efetiva o gerenciamento de sua empresa.

Ações efetivas podem ser adotadas sobre a qualidade dos produtos e serviços, as quais trarão retorno através do aumento de suas receitas.

Até na área de pessoal é identificado ganho, pois novas contratações podem ser realizadas, contando apenas com análise de dados de candidatos disponíveis na web, através de sites de recrutamento de pessoal.

Custo-Benefício: finanças e Big Data

Qualquer ação que represente ganhos de finanças para a empresa, depende de investimentos a serem realizados. Dessa maneira, para se ter um Big Data adequado é necessário investir recursos de informática e infraestrutura. Porém, o que se deve avaliar é o retorno que tal investimento lhe proporcionará.

Principalmente porque a não utilização de uma estratégia tecnológica de crescimento, certamente contribuirá para que a empresa tenha muitos problemas, entre os quais se destacam o baixo crescimento e a dificuldade de se manter em um mercado altamente competitivo e que certamente já começa a investir nisso.

Fazendo uma analogia da situação atual com o passado recente, pense naquelas empresas que, ao observar o surgimento do processamento de dados no mundo corporativo, preferiu manter controles manuais. Certamente tiveram dificuldades enormes e um prejuízo incalculável com a perda de negócios. Muitas gastaram rios de dinheiro informatizando sua linha de produção depois de todos já o terem feito.

Considerações finais sobre PMEs e Tecnologias Emergentes

Não pense que um Big Data somente pode e deve ser usado por grandes empresas. PMEs podem utilizar este recurso da tecnologia para alavancar seus resultados, bem como para crescer muito além do que se imagina. Esteja na vanguarda do mercado independente do tamanho da sua empresa. Isso abrirá oportunidades que você não esperava existir.

  • facebook
  • googleplus
  • twitter
  • linkedin
  • linkedin
Previous «
Next »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque